Qual é o teu bocado de existência?


(Mariana Sanfer)

Na tentativa de entender, definir ou formatar, nascem as perguntas: Tu é o que? Tu faz o quê? Qual é a tua?

Capoeira Angola
Dança
Terapias Holísticas
Doulagem

Capoeira Angola
É corpo
É dança
É mato de resiliência
É cura
Faz nascer e (re)nascer

Dança
É jogo
É política
É corpo
Autoconhecimento
Dor
Criação
Faz nascer e (re)nascer

Terapias Holísticas
É autoconhecimento
É transcendência
É mudar de lugar
É cura
Faz nascer e (re)nascer
É Autoresponsabilidade

Doulagem
É corpo
Autoconhecimento
É cura
Potência
Dor
Criação
Faz nascer e (re)nascer

Capoeira Angola
Corpo
cosmovisão
Dança
Jogo
Criação
Terapias Holísticas
Cura
resiliência
Doulagem
Dor
Criação
Movimento
Rodopio
Roda
Força
Contração
Criação
Estética
Reverberação
Poética
Transcendência
Cosmo
Movimento
Interação
Inter- Ação
Inter- Medi- Ação
Move-Mente
Movimento
Movimento
Movimento
No corpo
No espaço
No eu
No outro
No dentro
No fora
No entre
Movimento
Movimento
Movimento

E tu, qual é o teu bocado de existência?

(Mariana Sanfer)



"Se oriente, rapaz
Pela constelação do Cruzeiro do Sul
Se oriente, rapaz
Pela constatação de que a aranha
Vive do que tece
Vê se não se esquece
Pela simples razão de que tudo merece
Consideração

Considere, rapaz
A possibilidade de ir pro Japão
Num cargueiro do Lloyd lavando o porão
Pela curiosidade de ver
Onde o sol se esconde
Vê se compreende
Pela simples razão de que tudo depende
De determinação

Determine, rapaz
Onde vai ser seu curso de pós-graduação
Se oriente, rapaz
Pela rotação da Terra em torno do Sol
Sorridente, rapaz..."

(Gilberto Gil)

Patrono do Blog
Carlos Romero (1923-2019), cronista paraibano.
RECOMENDE AOS SEUS AMIGOS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários

Postar um comentário

Deixe o seu comentário