O sorriso é luz no rosto

Vejo numa dessas colunas de modas um desfile de modelos, por sinal muito elegante. E daí? O que é que há demais no desfile das modelos? Ora, ora, é que elas caminhavam na passarela sem nenhum sorriso nos rostos. Pareciam zangadas, tristes, estressadas ou deprimidas. Pareciam não satisfeitas com o salário, com a profissão. Pareciam que não eram amadas. Sim, porque segundo disse a autora espiritual Joanna de Angelis, através da psicografia do médium Divaldo Franco, “quem ama, sorri”. É o contrário de quem odeia. Se não me falha a memória, já vi desfile de modelos que sorriam, iguaizinhas às misses. Estas jamais desfilam carrancudas. E aqui para nós, haverá coisa mais bela do que um sorriso? O sorriso é luz no rosto.

E chegou a vez de perguntar. Por que as modelos trocaram o sorriso pela carranca? Seria alguma determinação dos seus chefes, ou dos produtores dos desfiles? Não sei se a colunista Nereida observou isso.

Se a moda pega, leitor, eu não sei o que será deste mundo, já tão cheio de tristeza. O sorriso dá alegria, estimula, torna a vida mais bela. Os animais, coitados, não sorriem. Daí dizer o escritor francês Rabelais: ria, ria, pois o riso é próprio do homem.

Já imaginou se o nosso sol não nos iluminasse com o seu sorriso de luz, isto é, com o seu “solriso”? ... A mesma coisa falaríamos das estrelas. E que dizer das plantas, que sorriem através das flores e das cores? Veja o mar e observe o seu sorriso de espumas.

O sorriso é uma terapia. Dizem que quando a mãe vê o filhinho dando o seu sorriso inaugural, no berço, ela esquece os sofrimentos do parto, e da gravidez, e também sorri, feliz da vida...

As crianças sorriem. E sorriem por que estão cheias de entusiasmo diante da vida. A vida para elas é uma constante descoberta. Não estão contaminadas pela rotina, pelo prosaísmo da vida.

Quando você despertar, manhã cedo, não deixe de dar uma olhadela no espelho. E faça a seguinte experiência: esboce para ele um sorriso ou uma carranca. Veja que diferença! Lembrar que o sorriso espalha as rugas...

Dizem as más línguas que Jesus nunca sorriu. Mentira, leitor, Será que ao abraçar as criancinhas, ele o fez de cara amarrada? Lembrar que o sorriso não é um abrir de dentes. Você pode sorrir pelo olhar.

Nos conventos da Idade Média, o sorriso era proibido, era coisa de Satanás... Lembram-se do filme “O Nome da Rosa”.

Outro dia estive vendo algumas fotos, nos jornais, de pessoas já falecidas, não de cara amarrada, mas sorrindo... E está certo. Em geral, as pessoas tiram fotografias sorrindo. Nada de cara fechada. Vejam os freqüentadores das colunas sociais. Todos sorriem. Já pensou se fosse o contrário? O sorriso faz bem ao que sorri, e também aos outros.

Termino com esta conclusão de Eckart Tolle, no livro “Despertar de uma nova consciência”, um dos autores mais lidos no estrangeiro: “O riso tem uma extraordinária capacidade de liberar e curar.”
Patrono do Blog
Carlos Romero (1923-2019), escritor, jornalista, membro da Academia Paraibana de Letras.
RECOMENDE AOS SEUS AMIGOS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários

Postar um comentário

Deixe o seu comentário