Dilma vem aí!


É o que os jornais estão avisando. E ela virá muito elegante, bem vestida, perfumada, recém-saída do salão de beleza, e com aquele sorriso bonito de quem está de bem com a vida.
É a primeira vez que ela vem à nossa Paraíba, que na última eleição presidencial lhe deu muitos votos, inclusive o meu. Dilma vem sem Lula, seu grande amigo e que fez muito para a sua ascensão política.
E ela vem com aquele sorriso alegre e otimista de quem está com a consciência tranquila. Ela nunca veio ver os nordestinos, que vivem nadando em problemas, agora agravados com uma das piores secas da história. Ah como seria bom que ela providenciasse a irrigação de nosso interior, como fez Nilo Coelho em Petrolina, hoje um exemplo de cidade próspera e com uma economia bem resolvida.
Decerto, o rosto muito bem maquiado será o seu cartão de visita. Mas me desculpe, não resisto à essa censura: ”Ó Dilma, por que demoraste tanto a vir à nossa tórrida e sofrida terra? Eu sei que sua presença é uma honra. Eu já estou imaginando a alegria de sua chegada, muito bem assessorada pelo nosso governador Ricardo Coutinho, que tem muito a lhe mostrar... E as mulheres, principalmente, as mulheres estarão curiosas para vê-la ao vivo, mulher que sabe administrar, sabe se vestir, se perfumar, e cuidar de sua aparência.
Você, Dilma, será muito bem recebida. E, sem dúvida, visitará a Estação Ciência, que é a presença do genial artista Niemeyer em nossa cidade, e o nosso Centro de Convenções, uma das maiores obras públicas da nossa história. E, sem dúvida, irão lhe mostrar outras coisas belas de nossa capital. Que pena que nossa Orquestra Sinfônica ainda não esteja à altura nem em condições de lhe oferecer um concerto. Quem sabe da próxima, não é governador Ricardo?
Mas, Dilma, será que a levarão para ver o nosso sertão, onde os açudes estão secando, o gado morrendo e a miséria tomando conta de tudo? Será que lhe mostrarão a tragédia da seca que tanto preocupou o estadista Epitácio Pessoa? E em que ficou o projeto de transpor as águas do rio São Francisco? Desculpe-me pelo realismo do cronista, que parece estragar sua visita. Mas, só a presença da presidenta fará, talvez, aquele povo sorrir novamente.  
Patrono do Blog
Carlos Romero (1923-2019), cronista paraibano.
RECOMENDE AOS SEUS AMIGOS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários

Postar um comentário

Deixe o seu comentário