A agua está em tudo

Ela está em tudo. É como Deus. Sim, ela é divina. Daí merecer nossa constante reverência. Daí minha apreensão quando soube que ela ia se acabar, antes do tempo, conquanto saibamos que, um dia, tudo termina, normalmente, para se renovar, consoante a lei da transformação. Mas o caso, aqui, é que são os homens que vão extingui-la, segundo fui informado, assim como o petróleo. O homem é um excelente destruidor. Mas continuemos com a crônica que também vai acabar , sem esquecer o cronista. Que pena!
Mas vamos ao âmago da questão. Ela vai se extinguir antes do tempo, por imprudência humana. Ela, uma das coisas mais importantes da vida. E por falar em vida, ela é a própria vida. Estamos nos referindo à água, leitor. Quando os descobridores do Cosmo conseguem descobrir um planeta, nas suas demoradas pesquisas, a primeira coisa que procuram é saber se existe vida nele. E como saber isto? Verificam se existe água, esse precioso liquido. Existindo água, existe vida.
A água, portanto, é a nossa maior riqueza. Basta dizer que quando entramos no mundo é pelo ventre materno. E nesse ventre está uma bolsa d'água. Uma piscina maravilhosa que vai nos sustentar durante nove meses. Saímos do ventre molhados e chorando. E no choro estão as lágrimas que são água.
A água está mesmo em tudo. Se trabalhamos, ela aparece no suor, se comemos, está na saliva. E o sangue, que não passa de um rio vermelho correndo dentro de nós.
Sem ela que seriam das plantas? E das frutas, com que fazemos os sucos? E a melhor fruta é a que mais água tem, como a laranja, a melancia, e o caju.
Lembrar que Jesus curou um cego, apenas com terra e cuspe. E este é tão importante que deu nome a uma igreja protestante chamada Igreja do Cuspe de Jesus, segundo me informou o escritor Rubem Alves.
Mas não esquecer que a água pode ser envenenada pelas bebidas alcoólicas, notadamente, a aguardente, que passa na goela que nem fogo, e ainda é atração turística nos chamados caminhos do frio...
E para terminar a crônica, que o leitor, certamente, está achando chata, lembremos que Jesus, no alto da cruz, todo ensanguentado, morto de sede, pediu que lhe dessem um pouco d'água. A turba enfurecida e fanatizada, deu-lhe vinagre. Que maldade...
Saiamos da crônica que eu vou já, já, tomar um copo de água de coco, repetindo o título: a água está em tudo!
Patrono do Blog
Carlos Romero (1923-2019), escritor, jornalista, membro da Academia Paraibana de Letras.
RECOMENDE AOS SEUS AMIGOS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários

Postar um comentário

Deixe o seu comentário