Hermano, apenas Hermano

Está aí o nosso artista plástico Hermano José, zombando do tempo, e cada vez mais jovem no apetite de conhecer, de estudar, de viver e de pintar. Hermano, com seus noventa anos, não tem nada de velho, a não ser os cabelos brancos, que são novos. O rosto sem rugas, corado, o olhar vendo tudo, principalmente a Natureza tão mal respeitada pelo homem. E vendo os crimes ecológicos, que acontecem todos os dias, o nosso poeta, pintor e filósofo se transforma numa fera. Meditando e pintando, ele é um defensor de nossas árvores. E mora lá no Bessa, numa bela vivenda e tem por vizinho o mar, que ele contempla, todos os dias, com profunda e mística reverência.
Hermano José, com muita idade e vitalidade, está cada vez mais jovem. E conversando com ele é que a gente aprende coisas lindas. Vez por outra, ele desce do seu paraíso, pega um táxi e vai dar uma olhada nas novidades da Livraria Saraiva, lá no Shopping Manaira. O diabo é que, de repente, tudo pode acontecer. Pois não é que ele, no momento em que ia para casa, chocou-se com um garoto que vinha correndo, e escorregou no piso lustroso do shopping. Mas, felizmente, nada de grave aconteceu. Não demorou muito e eis o nosso artista plástico, novamente, na Livraria em busca de mais conhecimentos.
E agora Hermano José está expondo seus quadros na Galeria Gamela. Eis ai um acontecimento imperdível, que fica em cartaz até o dia 06 de agosto, muito noticiado recentemente nos jornais, que estiveram cheios de ilustrações de seus novos trabalhos.
O grande paisagista, antes de se entregar à Arte, que tanto dignificou, era um simples funcionário do Banco do Brasil, se não estou enganado. Vivia no mundo dos números, dos cálculos, nada compatível com a sua sensibilidade de descobridor de belezas.
Hermano é homem de pouco sorriso, mas de uma forte sensibilidade e de uma extraordinária alegria de viver. Não sei se ele é mais filósofo do que pintor. Talvez as duas coisas se ajustam bem na sua genialidade. Adora a vida e não tem pressa de deixá-la. Sua alegria é mais interior.
Outra característica da personalidade de Hermano é sua impressionante sinceridade. Ele não sabe fingir. Daria um péssimo político.
Na verdade, ele tem uma grande fé na vida. Esta a sua religião.
Patrono do Blog
Carlos Romero (1923-2019), cronista paraibano.
RECOMENDE AOS SEUS AMIGOS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários

Postar um comentário

Deixe o seu comentário