Mensagem de fim de ano

Faltam poucos dias para o ano 2011 morrer. E vem a incômoda indagação: o que fizemos neste ano prestes a expirar? Evidente que fizemos coisas boas e coisas más. Afinal, ninguém é santo. Mas vale a pena reconhecermos o que fizemos de negativo. O importante é refletirmos sobre nossos erros e o propósito de não repeti-los. Afinal, a vida é um teste permanente, um desafio. A vida é um curso de experiências.


Feita uma espécie de auto-exame, estejamos preparados e vigilantes para a caminhada dos novos 360 dias. Jesus, nos deu uma receita maravilhosa. Ei-la: "orai e vigiai para não entrardes em tentação". E são tantas as tentações: tentação da vaidade, do dinheiro, do sexo, da ociosidade, do poder. Mas quem está sempre em estado de vigilância e em permanente oração, evidente que se livrará do arrastamento ao mal.


Faltam poucos dias para o ano terminar. Mas, segundo o poeta Drummond:


"O último dia do ano

não é o último dia do tempo.

Outros dias virão"


Portanto, nada de tristeza, mas de muita esperança, que a vida é, sobretudo, um ato de fé. A fé é o nosso combustível nessa caminhada através do tempo. Comecemos dando graças a Deus pelo muito que recebemos e, às vezes, esquecemos. Lembre que a vida é convivência. E mais do que convivência, a vida é transcendência. Não fomos criados para a morte. Deus não nos criou para o Nada.


O importante em nossa vida é o outro. Jamais façamos dele um inimigo, e, sim, um amigo. O amigo é uma bençâo. Rico é aquele que é querido, estimado, que não guarda ressentimentos, que esquece as ofensas e está sempre pronto a perdoar.


Não esquecer jamais a grande advertência de Jesus: "amai uns aos outros como é vos amei". Disse ainda, o Mestre dos Mestres: "Meus discípulos serão reconhecidos por muito se amarem". E foi mais longe, chegando ao ponto de aconselhar: "amai os vossos inimigos". Lição difícil, mas não impossível, pois muitos já conseguiram atingir esse patamar na nossa marcha evolutiva. E, como disse João, Deus é amor.


Façamos nesses dias que antecedem o Ano Velho uma reflexão. Cada um converse consigo mesmo, lembrando que a felicidade não está fora e sim dentro de nós mesmos. A felicidade é, sobretudo, um estado da alma.


Nesse crepúsculo de um ano e alvorada de outro, estejamos atentos a nós mesmos, ao nosso comportamento do dia a dia. A vida é uma beleza quando estamos com a consciência tranqüila, quando contamos com bons amigos como vocês, leitores, muitos dos quais eu não conheço pessoalmente.


Jesus disse: "se teus olhos forem bons, todo o teu corpo se iluminará". É que a bondade é amor, e amor é luz.

Patrono do Blog
Carlos Romero (1923-2019), cronista paraibano.
RECOMENDE AOS SEUS AMIGOS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários

Postar um comentário

Deixe o seu comentário