A Vida é uma Obra de Arte

Feche a sua vida com chave de ouro. Quando dela sair, não leve remorsos em sua consciência. Remorsos e arrependimento, eis um binômio terrível que joga você num verdadeiro inferno.

Foi Tolstoi quem disse que deveríamos fazer da vida uma obra de arte. Três coisas importantes neste mundo: verdade, beleza e amor.

Precisamos transformar nossa existência num poema, numa escultura, numa arquitetura, numa partitura. Mas, todas essas coisas são feitas com muito trabalho, muito sofrimento, muita dor e muito suor. Afinal, tudo tem um preço.

O preço da vida é a dor. Mas depois da dor vem a alegria, assim como depois da escuridão da noite chega a luz.

A vida é uma oportunidade que Deus nos oferece para que possamos evoluir, crescer, iluminar-nos, sair da horizontalidade terrena para a verticalidade divina. Portanto, não vamos transformá-la num inferno.

Tudo na Natureza é alegria. As flores sorriem, as nuvens sorriem, o sol sorri, o mar sorri o seu sorriso de espumas, os pássaros sorriem através de seus cantos. Só o homem é que, vez por outra, apaga o seu sorriso, fecha o seu rosto, entra em depressão, envenena-se de ódio e ressentimentos e chega muitas vezes a destruir aquilo que recebeu de graça e que não construiu: o seu corpo. Ah, só o homem se suicida. Nenhuma flor se mata, nem um pássaro se destrói.

Mas por que o homem se mata? Porque tem a ilusão que com a morte ele vai dormir um sono eterno. Que estupidez! Se tudo acaba com a morte, que sentido tem a vida?

E vem esta indagação: se a vida termina no túmulo, qual a nossa responsabilidade de viver, a quem vamos dar conta de nossa existência? Responsabilidade é resposta à pergunta: o que fizeste de tua vida? Será que tudo termina no Nada?

Mas a maioria não quer pensar nisso. E haja barulho, e haja diversão, e haja esquecimento, e haja... Ah, cronista chato. Sai daí do computador e venha tomar aquele drink. Faz de conta que a vida é eterna, neste mundo redondo, que depois de 365 dias, dá uma volta em torno do sol. E cada volta é um ano a mais na nossa existência. E vamos cantar parabéns para você e muitos anos de vida, muitos anos de volta em torno do sol. E faz de conta que a morte não existe...

Ilustração: Mona Lisa, por Leonardo da Vinci.
Este quadro, pintado entre 1503 e 1507, é provavelmente o retrato mais famoso na história da arte, senão, o quadro mais famoso de todo o mundo. Poucos outros trabalhos de arte são tão controversos, questionados, valiosos, elogiados, comemorados ou reproduzidos.
Patrono do Blog
Carlos Romero (1923-2019), cronista paraibano.
RECOMENDE AOS SEUS AMIGOS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários:

  1. honorina mendonca3/8/08 20:18

    professor carlos, esse texto 'tribunal da consciencia' deveria estar pregado nas paredes de todas as instituicoes brasileiras. muito bom. o blog idem. um abraco de norinha (de zenildo)

    ResponderExcluir
  2. Alice Paiva (Montes Claros - MG)4/8/08 18:22

    Senhor Carlos Romero,
    O seu blog é muito interessante e os seus textos são aulas de filosofia de vida muito úteis. Nossos parabéns. Continue nos presenteando com suas pérolas.

    ResponderExcluir
  3. Muito Bacana Carlos!
    Meus Parabéns pelo texto que é uma aula a todos nesta vida.

    Um grande abraço.

    Marcos

    http://interioresdesign.wordpress.com

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário